quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Filha de Xangô e Oxum!


O Filho de Xangô é, por excelência, calmo e muito ponderado. Costuma pesar os fatos com muito cuidado, procurando sempre pôr panos quentes em qualquer disputa. Só toma decisões depois de pesar e analisar todos os ângulos dos problemas apresentados, procurando ser o mais justo possível. Dedica-se de corpo e alma a tudo o que se propõe a fazer, mas desilude-se com muita facilidade também. É sonhador por excelência, acha sempre que tudo dará certo, deixando-se levar, com muita freqüência, pela ilusão e pelo sonho. Sempre procura apresentar seus propósitos e planos de maneira mais bonita, mais enfeitada, o mais claro possível, sem observar o que há de viável neles. Nunca procura ver se há realismo no que se propõe a fazer. Os Filhos de Xangô são capazes, geralmente, de grandes sacrifícios, mas aborrecem-se profundamente se algo que programaram não dá certo. Não admitem mudanças de programação, não só quando dependem deles a realização do plano programado. Costumam ficar roendo muito o que lhes acontece, ou o que não se realizou com queriam. Separam, com muita freqüência, a realidade de si, levando seus pensamentos para altas esferas. Por serem muito honestos, magoam-se com muita facilidade pela ingratidão das pessoas, achando que todo o mundo tem obrigação de ser honesto e preciso em suas decisões.

Na verdade, os Filhos de Oxum, essencialmente honestos e dedicados, esperam sempre merecer as atenções que procuram despertar e sentem-se desprestigiadas quando não acontece. Um fato a ser considerado é o de que os Filhos de Oxum tendem a guardar por mais tempo alguma coisa que lhes tenha atingido e olham com muita desconfiança quem os traiu uma vez. Por outro lado, menos vaidoso do que os Filhos de Iemanjá ou Inhaçã, aparentam, mesmo em roupas discretas, uma certa realeza. Ternos e carinhosos, são conseqüentes e seguros e buscam sempre a companhia de pessoas de caráter. Preferem não impor suas opiniões, mas detestam ser contrariados. Custam muito a se irritar, mas quando o fazem, também custam a serenar. Oxum parece ocupar no coração das pessoas o espaço destinado à figura da mãe e esta característica faz com que seus filhos sejam naturalmente bem quistos e, não raras vezes, invejados. O homem e mulher, Filhos de Oxum, são, a exemplo de Iemanjá, muito ligados ao lar e a família, em geral.

O resto venha e descubra...!

6 comentários:

  1. Não sou espirita mais ja me disseram q sou filha desses Orixás, mais não pareço com eles!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que vc não è médium e também não é raspada nesses orixás por isso vc sempre esta mudando nossa cabeça é uma guerra antes de eu ser raspado eu a cada tempo mudava as vezes era de Oxóssi e as vezes de xangô então resolvi raspar em xangô .essa é sua resposta porque no tempo que vc se consulto era eles agora pode ser outros...

      Excluir
  2. Me envolvi com um filho de Xango e soube que sou filha de Oxumare. Depois de um determinado tempo tudo começou a esfriar entre nós, mesmo com o amor real que existia entre nós. Ele descobriu através do jogo feito por sua mãe de santo que eu não era a pessoa ideal por não "aceitar" totalmente sua religião. Eu estava tentando me interar do Candomblecismo mas não foi me dado tempo o suficiente e pediram a nossa separação.Estou sofrendo muito e não sei o que fazer.Me ajude por favor.

    ResponderExcluir
  3. Minha senhora é Oxum e meu Senhor é Xangô. É incrivél como algumas coisas citadas no texto tem muito a ver comigo. Minha religião, é Tambor de Mina. No Maranhão!

    ResponderExcluir
  4. Sabe quando você ler sua biografia sou eu sou filha de oxum e xango

    ResponderExcluir
  5. Meus pais xango e oxum tenho as caracteristicas dos meus orixas amo mto os dois

    ResponderExcluir